32 milhões de fotos foram enviadas nos estádios na fase de grupos da Copa do Mundo

SindiTelebrasilA Copa do Mundo no Brasil vem se consolidando como a ‘Copa das Selfies’ com uma média de 6 mil fotos enviadas por minuto no período de maior tráfego de cada partida

Brasília, 27 – A primeira fase, de grupos, da Copa do Mundo, se encerrou ontem com 32 milhões de fotos enviadas pelas redes de telefonia móvel instaladas pelas prestadoras nos estádios. Isso significa que neste mundial, que já está sendo considerado como a ‘Copa das Selfies’, 6 mil fotos foram envidadas por minuto, no período de maior tráfego de dados, que é de cerca de uma hora, que vai do início das partidas até o intervalo.

Nas 48 partidas disputadas até agora, foram feitas 2,8 milhões de ligações telefônicas e 31,7 milhões de comunicações de dados, incluindo e-mails, imagens e mensagens multimídia, com tamanho médio de 0,55 MB. O recorde de envio de fotos pelas redes de telefonia móvel foi na partida entre Brasil e Camarões, no dia 23, no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, quando os torcedores enviaram ou postaram 1,6 milhão de fotos nas redes sociais.

Em segundo lugar, aparece a partida entre Bélgica e Rússia, disputada no dia 22, no Maracanã, em que os torcedores enviaram 1,5 milhão de fotos, com tamanho médio de 0,55 MB. Na terceira posição, vem o jogo Argentina e Bósnia, também no Maracanã, com 1,4 milhão de fotos. O maior volume de tráfego tem sido observado exatamente nos estádios com maior capacidade de público.

Na rede de telefonia móvel, o maior volume de dados trafegados ficou concentrado na tecnologia 3G, mas foi possível verificar também alto número de conexões pela rede 4G e pelo WiFi. Para medir o tráfego total de 32 milhões de fotos, foi considerado um período de sete horas, começando três horas antes da partida e se encerrando duas horas depois do jogo.

A rede para chamadas telefônicas apresentou bom desempenho, com um total de 2,8 milhões de ligações nas 48 partidas da fase de grupos. Os dados demonstram um comportamento típico dos usuários em grandes eventos, em que o uso do celular para ligações de voz se dá de forma mais intensa na chegada ao local, enquanto o uso de dados é mais elevado no início da partida.

Cobertura - Ao todo, 4.738 antenas fazem parte da infraestrutura interna instalada pelas prestadoras nas arenas. Para a instalação da infraestrutura de telefonia móvel e de banda larga, as prestadoras fizeram uma parceria para a implantação de um projeto único, com investimentos de R$ 226 milhões e infraestrutura compartilhada.

Legado – Além da cobertura indoor, que permanecerá instalada nos estádios depois da Copa, as empresas de telefonia também investiram R$ 1,3 bilhão nas cidades que sediam os jogos, ampliando em 28%, em média, a infraestrutura que ficará de legado para a população. Nas 12 cidades, entre 2013 e 2014, foram instaladas mais de 15 mil novas antenas de 3G e 4G. Os clientes das prestadoras contam ainda com aproximadamente 120 mil pontos de WiFi nas 12 cidades. Essa infraestrutura de telefonia móvel vem sendo reforçada por mais de 10 mil quilômetros de fibras ópticas.

Para conhecer com maiores detalhes desse projeto, veja o vídeo “Telecomunicações do Brasil na Copa”, que pode ser acessado no link  http://youtu.be/pC3v30PiXGI .

Facebook  https://www.facebook.com/TelecomunicacoesBrasil?fref=ts

Twitter  https://twitter.com/telecomdobrasil/media

cadastre sua empresa

Associados

Fique Informado!

Cadastre-se para receber nossas novidades.

Recomende aos amigos!

logo-telebrasil 11

  

TELEBRASIL


foto-localizacao-telebrasil 

Razão Social: TELEBRASIL - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES
Tel.: +55 (21) 2244-9494
Fax:+55 (21) 2542-4092
CNPJ/MF: 42.355.537/0001-14
Inscrição Municipal: 01.062.450

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.