TELEBRASIL em Foco

O TELEBRASIL Em Foco é a newsletter da TELEBRASIL, na qual abordamos as principais notícias do setor e as novidades da Associação. Caso você queira receber nossos informativos, cadastre-se aqui.

Caso você tenha perdido alguma edição, acesse abaixo o conteúdo online.

Banda larga: Prestadoras apresentam aumento de 52%

Levantamento da TELEBRASIL – Associação Brasileira de Telecomunicações aponta que acessos em banda larga fixa e móvel das prestadoras de serviços de telecomunicações apresentaram um crescimento de 52% nos últimos 12 meses. Veja, a seguir, a íntegra do texto.

“Em fevereiro acessos em banda larga chegam a 37,4 milhões no Brasil

O acesso à internet em alta velocidade manteve ritmo de crescimento de 24 acessos por minuto ao longo dos últimos 12 meses

Brasília, 22 – Os acessos em banda larga fixa e móvel das prestadoras de serviços de telecomunicações apresentaram um crescimento de 52% nos últimos 12 meses, totalizando em fevereiro, 37,4 milhões. De acordo com levantamento realizado pela Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), foram ativados 12,8 milhões de novos acessos no período, o que significa que a cada dia 35 mil novos clientes foram conectados à internet em alta velocidade no Brasil.

icon Leia mais

Homenagem a Renato Guerreiro

No texto abaixo transcrito, o consultor Sávio Pinheiro presta homenagem ao amigo e primeiro presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Renato Guerreiro, que faleceu na última segunda-feira, 28 de fevereiro. Por meio de suas reflexões e memórias, Sávio Pinheiro evidencia o papel central que Guerreiro teve na construção do setor de telecomunicações no Brasil e seu legado para o País. Leia, aqui, a íntegra do depoimento.

“Notas e Comentários”

“Brasília, 4 de março de 2011

Guerreiro da paz. A guerra

É pros menos aguerridos.

Que os mais valentões são tidos

Como os mais fracos da terra.

icon Leia mais

TELEBRASIL registra: Governo não vai investir bilhões em banda larga (O Estado de S. Paulo, 27/02/2011)

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, concedeu entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo sobre diversos temas ligados às telecomunicações. Publicada no dia 27/2, a entrevista traz importantes posicionamentos sobre as comunicações. Para Paulo Bernardo, ”o mundo atual exige que o Brasil dê muito maior atenção às comunicações – em especial quanto à universalização do acesso à banda larga, de modo a permitir que todos os cidadãos participem da nascente Sociedade do Conhecimento”. Leia a íntegra desta matéria.

Ministro Paulo Bernardo, das Comunicações: “O governo tem de cuidar do lado fiscal. Não nos cabe investir pesadamente em banda larga. Tinha gente até dentro do governo que achava que o governo deveria botar alguns bilhões e fazer a infraestrutura do Plano Nacional de Banda Larga. Não vamos fazer isso. Aliás, quero lembrar o seguinte: nós privatizamos o serviço. Então, não dá para cobrar do governo que faça essa infraestrutura.”

Com essas palavras, o ministro Paulo Bernardo, das Comunicações, em entrevista exclusiva ao Estadão (concedida aos jornalistas Ethevaldo Siqueira e Renato Andrade), esclarece de forma definitiva sua posição sobre um possível retrocesso no modelo das telecomunicações.

icon Leia mais

Renato Navarro Guerreiro (*15/01/1949 – † 28/02/2011)

TELEBRASIL, SINDITELEBRASIL e FEBRATEL lamentam, com grande pesar, o falecimento, aos 62 anos, ao alvorecer do dia 28 de fevereiro último, em Brasília, do engenheiro de Telecomunicações Renato Navarro Guerreiro, vítima de pertinaz enfermidade. Um dos operadores da privatização das telecomunicações brasileiras, foi o primeiro presidente da Anatel. O setor lamenta a perda do amigo e companheiro. Guerreiro, uma figura marcante no desenvolvimento das telecomunicações do País, entra para a história.

Renato Guerreiro nasceu em 15 de janeiro de 1949, na localidade de Oriximiná, onde o Rio Trombetas encontra o Amazonas e cujo nome indígena significa "muitas praias". Guerreiro, como era conhecido, nunca esqueceu suas origens paraenses. Nas excelentes palestras que proferiu, ao longo de sua intensa vida profissional, sempre citava sua Oriximiná como exemplo de localidade que, ao lado das grandes capitais do País, significava estar nesse imenso Brasil, "a ser conectado pelas telecomunicações".

Formou-se engenheiro eletricista, especialização em telecomunicações, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Trabalhou no Sistema Telebrás por mais de 20 anos, tendo exercido funções de gerência em diversas áreas. Foi diretor técnico, diretor de operações e presidente. No Sistema Telebrás, foi presidente do Conselho de Administração da Telebrás, da Telepará, da Telesp, da Telesc e da Telebrasília. Presidente da Telpe e do Conselho Fiscal da Telems, membro do Conselho Fiscal da Telems, diretor técnico da Telepará e da Teleamapá, além de diretor de operações da Telepará.

icon Leia mais

ONU e UIT destacam a importância da Banda Larga – IV

Na virada da ampulheta do milênio, a Organização das Nações Unidas (ONU) focou o interesse do mundo sobre o que julgava nele estar errado e que ações poderiam ser feitas por conta disso. Dentre as metas: erradicar a extrema pobreza, a fome, as doenças; e promover o desenvolvimento, em cooperação com o setor privado. Uma retrospectiva atual. Veja, neste quarto e último segmento, o WSIS Forum 2010 e a Comissão Mundial para Banda Larga (CBML).

Continuamos, aqui, com a retrospectiva dos WSIS – World Summit on the Infomation Society Forum –, iniciada no segmento anterior.

O WSIS Forum 2009 foi organizado pela ITU, Unesco, UNCTAD e UNDP, na sede da primeira, em Genebra (Suíça), de 18 a 22 de maio. Ao contrário dos fóruns anteriores, passou a ter o formato de um evento integrado.

Ocorreram no WSIS Forum 2009 debates de alto nível sobre “mecanismos de financiamento numa economia em declínio; mudanças climáticas; acesso ao conhecimento; cibersegurança; e aplicações das TICs para uma vida melhor”. Continuaram os encontros facilitadores das Linhas de Ação (C1-C11) dos fóruns anteriores. Foram introduzidos os encontros kick-off (chute inicial) e de troca de informações. A lembrar que foi em 2009 que o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, um dos três homenageados, recebeu, em Genebra (Suíça), a medalha da Sociedade da Informação.

icon Leia mais

A tributação no serviço de telecomunicações

Em artigo publicado na edição de hoje, dia 24 de fevereiro, no “O Globo”, o jornalista Carlos Alberto Sardenberg comenta a tributação de ICMS, acrescida de PIS e Cofins sobre os serviços de telecomunicações no Brasil. O articulista comenta as consequências das altas alíquotas e da metodologia adotada para o cálculo desses tributos, conhecida como “cálculo por dentro”, que contribuem para tornar o “custo Brasil elevado em setores cruciais para a produtividade da atividade econômica, sem contar o peso no orçamento das famílias”. Leia, a segui r, a íntegra deste artigo.

“Assalto "por dentro"

Carlos Alberto Sardenberg

Você utiliza serviços de telecomunicações no Rio, no valor de R$100,00, sobre os quais incidem impostos (ICMS, estadual, PIS e Cofins, federais) de 33,65%. Logo, sua conta mensal será de R$133,65, certo?

Errado.

icon Leia mais

ONU e UIT destacam a importância da Banda Larga – III

Na virada da ampulheta do milênio, a Organização das Nações Unidas (ONU) focou o interesse do mundo sobre o que julgava nele estar errado e que ações poderiam ser feitas por conta disso. Dentre as metas: erradicar a extrema pobreza, a fome, as doenças; e promover o desenvolvimento, em cooperação com o setor privado. Uma retrospectiva atual. Veja, nesta terceira parte, o caminhar inexorável para a Sociedade da Informação.

A implementação da WSIS – World Summit on the Infomation Society – envolve uma séria de iniciativas postas em andamento. Iremos penetrar num mundo repleto de siglas dos organismos internacionais. A lição a tirar é que a Sociedade da Informação, o fosso digital, as TICs – Tecnologias da Comunicação e Informação –, a Internet, a banda larga, o e-qualquer coisa (“e” de eletrônico) passaram a fazer parte do vocabulário mundial. Há compromissos que os países assumiram sobre esses temas.

Os compromissos dos países estão refletidos no Plano de Ação da Cimeira de Genebra em 2003 (item 6) sob forma de 11 metas, até 2015, para a Sociedade da Informação. O ano de 2015 é também referência para que as oito metas do Milênio da ONU, firmadas por 191 estados membros em setembro de 2000, tenham sido atingidas.

icon Leia mais

Cobertura dos serviços de acesso à Internet em alta velocidade chega a 96% da população

Levantamento da TELEBRASIL – Associação Brasileira de Telecomunicações sobre os serviços de acesso à Internet em alta velocidade sinaliza que a oferta em janeiro alcançou a 88% dos municípios. Ou seja, a 4.897 cidades. Esses municípios concentram 185 milhões de habitantes, o que representa quase a totalidade (96%) da população brasileira. Veja, a seguir, o release sobre o tema enviado à imprensa.

“Acessos em banda larga já chegam a 36,1 milhões no Brasil

Cobertura dos serviços de acesso à internet em alta velocidade chega a 96% da população

Brasília, 22 – Os acessos em banda larga fixa e móvel das prestadoras privadas chegaram a 36,1 milhões em janeiro, o que representa um crescimento de 53% em relação a janeiro de 2010. A adição de 12,4 milhões de novos acessos nesse período foi feita ao ritmo de 24 novas instalações por minuto. O crescimento dos acessos por meio do Serviço Móvel Pessoal (SMP) – que inclui modems de conexão à internet móvel e terminais de terceira geração (3G), como os smartphones – foi de 85%.

icon Leia mais

ONU e UIT destacam a importância da Banda Larga - II

Na virada da ampulheta do milênio, a Organização das Nações Unidas (ONU) focou o interesse do mundo sobre o que julgava nele estar errado e que ações poderiam ser feitas por conta disso. Dentre as metas: erradicar a extrema pobreza, a fome, as doenças; e promover o desenvolvimento, em cooperação com o setor privado. Uma retrospectiva atual. Veja, nesta segunda parte, o interesse continuado pela Sociedade da Informação.

A Cimeira da Sociedade da Informação (WSIS), acontecida em Túnis de 16 a 18 de novembro de 2005, representou a segunda fase do projeto mundial da Sociedade da Informação, cuja primeira fase foi a WSIS 2003, em Genebra (Suíça). Tanto pela grande participação mundial quanto pelas decisões tomadas, o WSIS – World Summit on the Information Society, Tunis 2005 – foi um megaevento. Presentes mais de 19 mil pessoas de 174 países. Foram 308 encontros paralelos de 264 organizações e 33 conferências de imprensa com mais de 1.200 jornalistas.

O fulcro da questão foi o desafio de como transformar princípios, conceitos e boas intenções em ação concreta para que a Sociedade da Informação (SI) se torne uma realidade. É um projeto de longo fôlego. Entre as Cimeiras de Genebra e de Túnis, cerca de 2.500 projetos foram empreendidos pelos países para vencer o desafio do "fosso digital". É apenas a "ponta do iceberg" em relação ao que precisa ser feito para se chegar à Sociedade Global da Informação.

icon Leia mais

ONU e UIT destacam a importância da banda larga – I

Na virada da ampulheta do milênio, a Organização das Nações Unidas (ONU) focou o interesse do mundo sobre o que julgava nele estar errado e que ações poderiam ser feitas por conta disso. Dentre as metas: erradicar a extrema pobreza, a fome, as doenças; e promover o desenvolvimento, em cooperação com o setor privado. Uma retrospectiva atual. Veja, nesta primeira parte, como ONU e UIT se encaixam nos desígnios desse grande mutirão.

Em 8 de setembro de 2000, 147 chefes de estado e de governos de 191 países e 23 organizações internacionais, reunidos na sede da ONU, em Nova York (EUA), para o Summit (Cimeira) da virada do século, emitiram a "Declaração da ONU para o Milênio". Vale registrar o que a "Mensagem do Milênio" deixou para os pósteros:

"Consideramos que determinados valores fundamentais são essenciais para as relações internacionais no século XXI. Entre eles figuram: a liberdade, a igualdade, a solidariedade, a tolerância, o respeito pela natureza e a responsabilidade comum. Identificamos um conjunto de objetivos-chave aos quais atribuímos especial importância como a paz, segurança e desarmamento; o desenvolvimento e a erradicação da pobreza; a proteção do nosso ambiente comum; os direitos humanos; a democracia; e a boa governação."

icon Leia mais

cadastre sua empresa

Convênios e Parcerias

convenios-firmados-telebrasil

Fique Informado!

Cadastre-se para receber nossas novidades.

Recomende aos amigos!

logo-telebrasil 11

  

TELEBRASIL


foto-localizacao-telebrasil 

Razão Social: TELEBRASIL - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES
Tel.: +55 (21) 2244-9494
Fax:+55 (21) 2542-4092
CNPJ/MF: 42.355.537/0001-14
Inscrição Municipal: 01.062.450

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.