TELEBRASIL em Foco

O TELEBRASIL Em Foco é a newsletter da TELEBRASIL, na qual abordamos as principais notícias do setor e as novidades da Associação. Caso você queira receber nossos informativos, cadastre-se aqui.

Caso você tenha perdido alguma edição, acesse abaixo o conteúdo online.

Fórum Ibero-americano para o Desenvolvimento da Banda Larga quer 75% de penetração até 2015 – V

O evento ocorreu de 21 a 23 de junho, no Hotel Maksoud Plaza na capital paulista, numa promoção da AHCIET – Associação Ibero-americana de Centros de Pesquisa e Empresas de Telecomunicações. É parte do projeto "TIC e Inclusão Social", nascido dos encontros de chefes de estado e governos ibero-americanos. Antonio Carlos Valente preside a entidade. Compareceram quase 300 convidados, de 19 países, num encontro marcado pela excelência do conteúdo e dos participantes. A quinta parte da cobertura do fórum com as soluções tecnológicas para acessar a banda larga.

A PadTec e a Nokia-Siemens, citadas nesta matéria, são Associadas TELEBRASIL.

O Painel 2 – um dos quatro painéis do fórum – tratou de “Soluções Tecnológicas para o Acesso à Banda Lara-Redes Fixas, Móveis e Satélites”. Foi moderado pelo engenheiro Hélio Machado Graciosa, presidente da Fundação CPqD, Brasil. No formato do evento, cada painel teve uma parte de conferências e outra de mesa-redonda com debates.

Apresentaram conferências sobre “Infraestruturas para serviços convergentes de banda larga”: Jorge Salomão Pereira (PadTec, Brasil); Wilson Cardoso (Nokia-Siemens, América Latina); Joeval Martins (Motorola, Brasil); Eduardo Santos (Ericsson, América Latina); e Marcelo Motta (Huawei, Brasil).

icon Leia mais

Fórum Ibero-americano para o Desenvolvimento da Banda Larga quer 75% de penetração até 2015 – IV

O evento ocorreu de 21 a 23 de junho, no Hotel Maksoud Plaza na capital paulista, numa promoção da AHCIET – Associação Ibero-americana de Centros de Pesquisa e Empresas de Telecomunicações. É parte do projeto "TIC e Inclusão Social", nascido dos encontros de chefes de estado e governos ibero-americanos. Antonio Carlos Valente preside a entidade. Compareceram quase 300 convidados, de 19 países, num encontro marcado pela excelência do conteúdo e dos participantes. A quarta parte da cobertura do fórum com a visão dos governos. Veja, aqui, a do Chile, da Argentina, do México e da Costa Rica.

O Painel 1 – um dos quatro painéis do fórum – tratou de “Políticas Públicas de estímulo para o desenvolvimento da banda larga”. Foi moderado pelo economista Márcio Wholers, diretor de Estudos e Políticas Setoriais de Inovação do Ipea – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Cada painel teve uma parte de conferências e outra de mesa-redonda com debates.

A mesa do Painel I teve como participantes, pelo Brasil, Cezar Alvarez; pelo Chile, Jorge Atton; pela Argentina, Lisandro Salas; pelo México, Héctor Olavarría Tapia; e pela Costa Rica, Oscar Zamora que debateram o tema "A visão dos Governos sobre a Importância dos Planos de Estímulo para o Desenvolvimento da Banda Larga". Chile com

icon Leia mais

TELEBRASIL divulga e ressalta: "Brasil ultrapassa 240 milhões de clientes dos serviços de telecomunicações"

"Balanço do primeiro trimestre de 2010 revela crescimento de 13,1% sobre o mesmo período de 2009, em número de assinantes". A TELEBRASIL – Associação Brasileira de Telecomunicações divulga e ressalta o Balanço do Primeiro Trimestre de 2010 do setor de telecomunicações. Veja, aqui, o release e acesse os dados completos.

Brasília, 5 - Os serviços de telecomunicações, incluindo telefonia fixa, celular, banda larga e TV por assinatura, alcançaram 240,2 milhões de clientes em todo o País, no primeiro trimestre de 2010. Os dados fazem parte do documento “O Desempenho do Setor de Telecomunicações no Brasil – Séries Temporais” elaborado pela Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil) em parceria com a consultoria Teleco, e disponível no www.telebrasil.org.br.

A radiografia do setor mostra que o crescimento do número de assinantes foi de 13,1% em relação ao fim do primeiro trimestre do ano passado. O maior destaque em números absolutos ficou por conta da telefonia móvel, que alcançou 179,1 milhões de clientes, uma elevação de 16,6% frente a março de 2009. O levantamento revela ainda que a densidade dos serviços chegou a 93%, o quer dizer que 93 em cada 100 pessoas têm celular no Brasil.

O maior crescimento percentual - de 20,8% - foi verificado no setor de TV por assinatura, que chegou a 7,6 milhões de assinantes. A telefonia fixa, por sua vez, fechou o primeiro trimestre com 41,4 milhões de clientes e a banda larga fixa com 11,8 milhões de assinantes. Considerando também a banda larga móvel, entre aparelhos de terceira geração (3G) e modems de conexão à internet, o número de acessos ultrapassou os 23 milhões.

icon Leia mais

Fórum Ibero-americano para o Desenvolvimento da Banda Larga quer 75% de penetração até 2015 – II

O evento ocorreu de 21 a 23 de junho, no Hotel Maksoud Plaza na capital paulista, numa promoção da AHCIET – Associação Ibero-americana de Centros de Pesquisa e Empresas de Telecomunicações. É parte do projeto "TIC e Inclusão Social", nascido dos encontros de chefes de estado e governos ibero-americanos. Antonio Carlos Valente preside a entidade. Compareceram quase 300 convidados, de 19 países, num encontro marcado pela excelência do conteúdo e dos participantes. Aqui, a segunda parte da cobertura do fórum com a experiência internacional.

O Painel 1 – um dos quatro do fórum – tratou de “políticas públicas de estímulo para o desenvolvimento da banda larga”. Foi moderado pelo economista Márcio Wholers, diretor de Estudos e Políticas Setoriais de Inovação do Instituto de Pesquisa Economica Aplicada (Ipea). No formato do fórum, cada painel teve uma parte de conferências e outra de mesa-redonda com debates.

Políticas Públicas: EUA e UE

Apresentaram a experiência internacional palestrantes da FCC – Comissão Federal de Comunicações (EUA) –, da União Européia (UE), da CMT – Comissión Del Mercado de Las Telecomunicaciones (Espanha) – e da Cepal – Comissão Econômica para a América Latina e Caribe.

icon Leia mais

Fórum Ibero-americano para o Desenvolvimento da Banda Larga quer 75% de penetração até 2015 – I

O evento ocorreu de 21 a 23 de junho, no Hotel Maksoud Plaza na capital paulista, numa promoção da AHCIET – Associação Ibero-americana de Centros de Pesquisa e Empresas de Telecomunicações. É parte do projeto "TIC e Inclusão Social", nascido dos encontros de chefes de estado e governos ibero-americanos. Antonio Carlos Valente preside a entidade. Compareceram quase 300 convidados, de 19 países, num encontro marcado pela excelência do conteúdo e dos participantes.

Um fórum de dois dias que primou pela qualidade do conteúdo e dos debates repartido em quatro painéis – políticas públicas, tecnologia, conteúdo, financiamento –, focando o desenvolvimento da banda larga ou, em espanhol, banda ancha. Ao término, a "Declaração do Fórum Ibero-americano para o Desenvolvimento da Banda Larga". Adicionalmente, houve meio-dia de "oficinas de trabalho" sobre a contribuição das TIC (tecnologia da informação e comunicação) na educação, saúde, administração pública e meios de pagamento.

Painel de abertura

A composição da mesa inicial, com autoridades do Brasil e do exterior, deu o tom da dimensão do evento. Ao fundo, a mensagem-alvo: “banda larga para domicílios e PMEs (pequena e média empresas), uma necessidade e um direito. Objetivo 2015 – 75% de penetração”.

icon Leia mais

TELEBRASIL divulga "O Desempenho do Setor de Telecomunicações no Brasil"

Como faz semestralmente, a TELEBRASIL – Associação Brasileira de Telecomunicações divulga seu relatório, preparado em parceria com o Teleco e com o apoio das associadas, sobre o desempenho do setor de telecomunicações no Brasil. Aqui, o relatório completo referente ao primeiro trimestre de 2010. O estudo, que já se tornou referência, conta com mais de 100 indicadores, além de uma análise setorial subscrita pela diretoria da TELEBRASIL.

Highlights até o primeiro trimestre 2010

Em primeiro lugar, um olhar sobre o ambiente socioeconômico pelo qual transitam as telecomunicações brasileiras. O Índice de Gini, que dá a distribuição de renda no país, melhora faz 20 anos. Mas, no ranking internacional, ainda permanece deficiente. Já as telecomunicações, dez anos após sua privatização (em 1998), comprovam "terem feito o dever de casa". A renda per capita do brasileiro cresceu 20,3% na citada década, ao passo que a densidade de telefones fixos aumentou de 80,7,3% e a de celulares, 1,985%!

Baixa renda e alta carga tributária freiam o ímpeto de uma maior penetração das telecomunicações no Brasil. Também pelo índice ICT Development Index (IDI), da UIT – que mede o uso e aproveitamento das tecnologias de informação e comunicação (TICs) –, caímos quatro posições no ranking mundial (de 54º lugar para 60º) em seis anos (2002/2008).

icon Leia mais

TELEBRASIL presente na audiência pública da CCTCI que avalia desdobramentos da Confecom

A TELEBRASIL – Associação Brasileira de Telecomunicações integrou a lista de convidados à audiência pública da CCTCI – Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática – da Câmara Federal, realizada em 10 de junho último, em Brasília (DF). Representou a TELEBRASIL o superintendente-executivo, Cesar Rômulo Silveira Neto. Foi discutida durante a audiência a implementação ou não das propostas aprovadas ou rejeitadas na 1ª Confecom – Conferência Nacional de Comunicação –, realizada de 14 a 17 de dezembro de 2009.

A iniciativa da audiência pública partiu da deputada Luiza Erundina (PSB-SP), que teve ativa participação durante a Confecom. O objetivo foi avaliar, junto aos vários segmentos – poder público, sociedade civil empresarial, sociedade civil organizada –, os desdobramentos da Confecom, que aprovou 672 resoluções resultantes de debates sobre importantes temas referentes à comunicação. Muitas dessas resoluções vão depender de iniciativas dos poderes Executivo ou Legislativo.

O superintendente-executivo da TELEBRASIL, Cesar Rômulo, presente à audiência pública, que debateu os resultados da 1ª Conferência Nacional das Comunicações, ressaltou a importância da participação do setor empresarial para a realização plena do evento.

Focando no tema da audiência pública, lembrou o representante da TELEBRASIL que propostas "prejudicadas" – isto é, não aprovadas na Conferência – acabaram sendo objeto de implementação pelo Governo. O Decreto Nº 7.175, de 12/05/2010, em seus artigos 4º e 5º, trata da reativação da Telebrás.

icon Leia mais

TELEBRASIL registra: "Estudo apresenta panorama brasileiro das telecomunicações"

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apresentou, em maio último, no Auditório da Caixa Econômica Federal, Praça da Sé, 111, 5º andar, em São Paulo, o Comunicado Ipea n° 57: "Desafios e Oportunidades do Setor de Telecomunicações no Brasil", que analisa efeitos da privatização e perspectivas para o futuro do setor.

Parte da série Eixos do Desenvolvimento Brasileiro, o estudo apresenta o processo global de liberalização comercial nas telecomunicações, com suas consequências no Brasil e as novas atribuições dos setores públicos e privados no setor.

Os efeitos da privatização nas telecomunicações, como aumento do acesso da população aos serviços de telecomunicações e a concentração do mercado em alguns grupos econômicos, em sua maioria, estrangeiros, são abordados no estudo. Também faz parte do Comunicado a posição do Brasil em diversos indicadores de evolução dos serviços de telecomunicações em relação ao resto do mundo. As disparidades regionais e entre a zona rural e urbana quanto à cobertura das redes de telecomunicações também estão no estudo.

A interface das políticas públicas e os gargalos do setor são analisados em relação aos potenciais impactos dos investimentos na infraestrutura de telecomunicações no País. São apresentadas algumas perspectivas que servem de insumo para a elaboração de cenários futuros das telecomunicações no Brasil. A evolução dos preços dos serviços de telecomunicações, além das receitas, tributos e subsídios na telefonia fixa e celular também compõem o trabalho.

icon Leia mais

Futurecom 2010: a grande comunidade dos negócios em telecomunicação e TICs do Brasil e da América Latina

Futurecom, megaevento de telecomunicação e tecnologia da informação na América Latina e promovido na cidade de São Paulo pela Provisuale, comparece em sua 12ª edição, de 25 a 28 de outubro, ao Transamérica Expo Center. Segundo dados de 2009, o Congresso da Futurecom teve quatro mil pessoas e a Feira, com 243 expositores, 30 mil visitantes. Debaixo do mote "Sociedade Conectada", o clima da Futurecom 2010 – um evento apolítico – será marcado pelo sabor de já terem sido divulgados pelo TSE os futuros presidente e vice-presidente da República Federativa do Brasil.

Alcatel-Lucent, Claro, CPqD, Ericsson, Huawey, Nokia Siemens, Portugal Telecom, Provisuale, Telefônica e Vivo, citadas nesta matéria, são associadas TELEBRASIL.

A concepção do Congresso da Futurecom 2010 é matricial, em torno da ideia-força "Sociedade Conectada". Um exame em sua programação mostra que nas ordenadas ficam os temas relativos às empresas, à família, ao cidadão e ao Governo com os quais contracenam, nas abscissas, as soluções de tecnologia (acessos e terminais, transporte, gerenciamento e segurança das redes), a sociedade (política e regulação, desenvolvimento, redes sociais, serviços para a sociedade) e a inovação, solução e negócios (aplicações, serviços e conteúdo).

Nas 27 quadrículas da matriz, não há assunto que não se possa contemplar. "Inclusão digital"? fica na confluência de família e cidadania com política e regulamentação. E a "banda larga"? pode ser encontrada em desenvolvimento com empresas gerando novos modelos de negócios.

icon Leia mais

Copa do Mundo no Brasil: GSMA apresenta, durante o 10º Rio Wireless, estudo do CPqD sobre mobilidade para 2014

A Copa do Mundo de Futebol, além de manifestação social, é boa geradora de negócios. Este ano é na África do Sul (um resultado a monitorar). Daqui há quatro, será a vez do Brasil. Copa do Mundo é sinônimo de boa infraestrutura. Sentindo a oportunidade, a GSM Association encomendou ao CPqD – "brasileiros que entendem de Brasil" – o documento "Planejando Redes Móveis de Telecomunicações para a Copa do Mundo de 2014". O 10º Rio Wireless aconteceu no Windsor Hotel, na Barra da Tijuca, em 12 e 13 de maio.

O CPqD, citado na matéria, é uma associada TELEBRASIL.

Vamos identificar os agentes citados na matéria. A África do Sul possui 39 milhões de celulares. O Brasil, com 180 milhões de acessos móveis, tem 4,6 vezes mais que o país sulafricano. Já a GSMA Association representa os interesses das comunicações móveis em 219 países. Congrega 800 operadoras e 200 empresas em todo o mundo. Promoveu, em Barcelona (Espanha), seu "Mobile World Congress 2010", considerado referência para a indústria mundial.

O CPqD, nascido em 1976, é uma instituição independente e focada na inovação com base nas tecnologias da informação e comunicação (TICs). Seu amplo programa de pesquisa e desenvolvimento é o maior da América Latina, em sua área de atuação. Suas soluções honram o plantel dedesenvolvedores autoctones do País e abrangem telecomunicações, finanças, energia elétrica, mundos industrial e corporativo e administração pública.

icon Leia mais

cadastre sua empresa

Associados

Fique Informado!

Cadastre-se para receber nossas novidades.

Recomende aos amigos!

logo-telebrasil 11

  

TELEBRASIL


foto-localizacao-telebrasil 

Razão Social: TELEBRASIL - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES
Tel.: +55 (21) 2244-9494
Fax:+55 (21) 2542-4092
CNPJ/MF: 42.355.537/0001-14
Inscrição Municipal: 01.062.450

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.