“Sobrecarga fiscal e visão de futuro”

Sob o título “Sobrecarga fiscal e visão de futuro”, Werneck, que é doutor pela Universidade de Harvard e professor da PUC-Rio, chama atenção para a incidência de grande parte do imposto sobre as camadas menos favorecidas da população e dá o exemplo de que 82% dos mais de 190 milhões de aparelhos celulares são da modalidade pré-paga. “É sobre o povão, portanto, que boa parte da sobrecarga fiscal vem recaindo. (...) O que se vê agora é o País taxando pesadamente seu futuro”, diz o economista.

“Sobrecarga fiscal e visão de futuro

Rogério L. F. Werneck

A preservação do atual regime fiscal, que há mais de 15 anos vem exigindo aumento sem fim da carga tributária, põe em risco a sustentação do dinamismo da economia brasileira. Se não for possível conter a expansão do gasto público dos três níveis de governo, o aprofundamento requerido da extração fiscal acabará por sufocar aos poucos o crescimento econômico do País. São conclusões que advêm da análise agregada dos dados. Mas essa perspectiva do problema pode e deve ser complementada por visões mais específicas, microeconomicamente, de como a sobrecarga fiscal, que hoje recai sobre a economia brasileira, conspira contra o futuro do Brasil.

icon Leia mais