Ecos Futurecom 2010: "Banda larga popular no celular", propôs Rodolpho Tourinho, da Claro – VI

suíte de matérias com o eco das apresentações das prestadoras de serviços de telecomunicações no País, durante o evento, já trouxe as mensagens dos "top executives" da Vivo (Roberto Lima), da Oi (Luiz Eduardo Falco), da Telefônica (Antonio Carlos Valente), da GVT (Amos Genish) e da TIM (Luca Luciani). Neste segmento, a apresentação de Rodolpho Tourinho Neto, diretor de Relações Institucionais da Claro.

Claro, GVT, Oi, Provisuale, Telefônica, TIM e Vivo, citadas nesta matéria, são Associadas TELEBRASIL.

Na manhã de 28/10/2010 – terceira dia do Congresso –, o auditório Brasil da Futurecom 2010, um evento promovido pela Provisuale, abriu com a apresentação, key note, do economista (USP) Rodolpho Tourinho Neto. Ele é diretor de Relações Institucionais da Claro, prestadora de serviço celular. Tourinho Neto tem vivência no setor governamental. É ex-senador da República (BA), ex-ministro de Minas e Energia (1999-2001) e foi secretário da Fazenda do estado da Bahia (1991-1998).

Leia mais...

Ecos Futurecom 2010: "Inclusão social na base da pirâmide", postula Luca Luciani, presidente da TIM – V

suíte de matérias com o eco das apresentações das prestadoras de serviços de telecomunicações no País, durante o evento, já registrou as mensagens da Vivo (Roberto Lima), da Oi (Luiz Eduardo Falco), da Telefônica (Antonio Carlos Valente) e da GVT (Amos Genish), dadas pelos seus "top executives". Nesta matéria, é a vez da TIM, com Luca Luciani, que é também diretor da TELEBRASIL e do SINDITELEBRASIL. Veja, aqui, a participação do presidente da TIM.

Na manhã de 26 de outubro último – primeiro dia do congresso –, o auditório Brasil da Futurecom 2010 contou com apresentação key note do presidente da TIM Brasil, Luca Luciani. Ele é formado em Economia e Comércio, pela Universidade Privada "Luiss", em Roma. Abrindo a palestra, Luciani registrou que "o grande desafio do País é obter a inclusão social na base da pirâmide", dando a entender que as telecomunicações são parte importante deste processo.

Leia mais...

Futurecom 2010: "Operar em âmbito nacional", promete Amos Genish, presidente da GVT – IV

Na manhã de 26 de outubro – primeiro dia do congresso –, o auditório Brasil da Futurecom 2010 contou com apresentações key notes da Telefônica (Antonio Carlos Valente), da GVT (Amos Genish), da TIM (Luca Luciani) e da Anatel (Ronaldo Sardenberg). O economista e executivo Amos Genish também é diretor da TELEBRASIL, do SINDITELEBRASIL e da FEBRATEL. Veja, a seguir, um resumo da palestra proferida por ele na Futurecom 2010, a quarta matéria da série.

O economista Amos Genish, originário de Tel Aviv (Israel), que já trabalhou na empresa de satélites Gilat, é presidente da GVT – Global Village Telecom (GVT) –, que ajudou a fundar no Brasil, em 2000. A GVT, com capitais internacionais sediados na Holanda, nasceu como uma empresa "espelho" da Região II e é autorizatária para as demais regiões do País.

Leia mais...

Futurecom 2010: "Liderança em banda larga", apontou Antonio Carlos Valente, presidente do grupo Telefônica, no Brasil – III

Na manhã de 26 de outubro – primeiro dia do congresso –, o auditório Brasil da Futurecom 2010 contou com apresentações key notes da Telefônica (Antonio Carlos Valente), da GVT (Amos Genish), da TIM (Luca Luciani) e da Anatel (Ronaldo Sardenberg). O engenheiro e executivo top Antonio Carlos Valente é presidente da TELEBRASIL, do SINDITELEBRASIL e da FEBRATEL. Veja, aqui, a palestra proferida por ele durante o evento.

O megaevento Futurecom 2010 – feira e congresso – transcorreu por quatro dias no, espaço adaptado, Transamérica ExpoCenter, na região Centro-Sul da capital paulista. O evento, iniciado numa segunda-feira, se encerrou numa quinta. Dali a três dias, no domingo, ocorreria o segundo turno das eleições para a Presidência da República. O assunto eleitoral no evento, verbalmente, não existiu. Reinou um silêncio tácito entre os 150 mil participantes da Futurecom 2010.

Leia mais...

Futurecom 2010: "Conectar o Brasil e os diversos brasis" é a mensagem de Luiz Eduardo Falco, presidente da Oi – II

Na manhã de 27 de outubro último – segundo dia do congresso –, o auditório Brasil da Futurecom contou com apresentações key notes da Portugal Telecom (Zeinal Bava), Vivo (Roberto Lima), Siemens Enterprise (Hamid Akhavan) e Oi (Luiz Eduardo Falco). Falco é presidente da Oi e diretor da TELEBRASIL, do SINDITELEBRASIL e da FEBRATEL. Veja, aqui, a palestra proferida por ele durante o evento.

"Conectar o Brasil e os diversos brasis", com suas oportunidades e problemas, foi o recado básico de Luiz Eduardo Falco Pires Corrêa, em palestra, com auditório cheio, proferida durante a Futurecom 2010, um evento-chave de telecomunicações – feira e congresso – na América Latina.

Leia mais...

Futurecom 2010: "Nosso papel é criar valor para a sociedade conectada", disse Roberto Lima, presidente da Vivo – I

Na manhã de 27 de outubro último – segundo dia do congresso –, o auditório Brasil da Futurecom contou com apresentações key notes da Portugal Telecom (Zeinal Bava), Vivo (Roberto Lima), Siemens Enterprise (Hamid Akhavan) e Oi (Luiz Eduardo Falco). Roberto Lima é diretor da TELEBRASIL, do SINDITELEBRASIL e da FEBRATEL. Veja, aqui, a palestra proferida por ele durante o evento.

Em pouco mais de 100 transparências – o PowerPoint usado na Futurecom está cada vez mais sublime e criativo –, o presidente da Vivo, Roberto Oliveira de Lima, sob o título "Interesses e Virtudes Convergentes", sintetizou que "olhar o mercado é bom", mas "olhar a sociedade é melhor". A razão é óbvia. A Sociedade Industrial já ficou para trás e o que agora desponta é a "sociedade conectada".

Leia mais...

Futurecom 2010: SINDITELEBRASIL coordena discussão sobre neutralidade de rede da Internet

Um dos temas do momento, a "neutralidade de rede" foi debatida com estilo, em 27 de outubro último, durante a Futurecom 2010, em São Paulo (SP). Atuou como facilitador do painel o engenheiro de telecomunicações Eduardo Levy, diretor-executivo do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SINDITELEBRASIL). Um grupo de especialistas enriqueceu o debate sobre a neutralidade de rede da Internet e como ela afeta o futuro dos negócios. Veja aqui.

Para o painel de debates sobre Internet, vieram pelos prestadores de serviços de telecomunicações, Christian Wickert (Claro), Renan Leal (Telefônica), Daniel de Albuquerque Cardoso (Vivo); pelo órgão regulador, Nelson Mitsuo Takayanagi (Anatel); pelos fornecedores de ativos e de know-how, Anderson André (Cisco), Geraldo P. de Araújo (Accenture), Mário Baumgarten (UMTS Fórum), Paulo Henrique Souza (Tekelec) e Raul Antonio Del Fiol (Trópico).

Leia mais...

Políticas de telecomunicações e a massificação do acesso à Internet em alta velocidade

Em artigo publicado hoje, dia 5 de novembro, no jornal “O Estado de S.Paulo”, o advogado e docente da Universidade de São Paulo (USP) Floriano de Azevedo Marques aponta importantes questões referentes às políticas de telecomunicações no Brasil e a massificação do acesso à Internet em alta velocidade. Vela, a seguir, a íntegra do texto.

“Banda larga - entre o puxadinho e a lei

Floriano de Azevedo Marques Neto* - O Estado de S.Paulo

A evolução nas telecomunicações é assombrosamente veloz. Isso faz com que seja tentador adotar um atalho, uma solução mágica para desenvolver o setor. Daí o risco de tomarmos o mau caminho. Há alguns meses o governo federal lançou o seu Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), para ampliar o acesso da população à internet de alta velocidade. É essencial oferecer a todos o acesso à transmissão dos conteúdos disponíveis na internet. Para isso são necessários investimentos em redes e serviços. O problema é que o PNBL é um mau caminho. Por ele não conseguiremos universalizar a internet. Pior, estragaremos o que já conquistamos.

Leia mais...

Diretor do SINDITELEBRASIL reforça a importância das telecomunicações no País

O diretor-executivo do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), Eduardo Levy, publicou um artigo na edição do dia 8 de outubro, de O Globo, na página 7 (Opinião). Veja, a seguir, a íntegra do texto.


O Brasil que já temos

As eleições levaram às urnas mais de 111 milhões de eleitores no primeiro turno. Os votos foram computados e apurados em tempo recorde graças à urna eletrônica e ao sistema totalmente teleinformatizado do processo eleitoral brasileiro. Mas nada disso seria possível sem a robustez e a segurança da infraestrutura das operadoras privadas do setor de telecomunicações que dão suporte a todo esse sistema. Num passado não tão distante, as cédulas de papel demoravam dias para chegar aos centros de apuração, levadas por carros, barcos e até em lombo de burros. Hoje, basta um clique e o transporte é feito por redes privativas que compõem a infraestrutura de telecomunicações das empresas privadas, de dimensão incomparável no Brasil.

Leia mais...

Futurecom: Laudálio Veiga, no Manhattan Connection, fala sobre Telebrás, tributação e banda larga

O empresário Laudálio Veiga Fº, diretor-geral da Provisuale – que promove a 12ª Futurecom, de 25 a 28 de outubro, no Expocenter (SP) – foi entrevistado nos estúdios da Reuters, em NY (USA), para o programa Manhattan Connection, pela a equipe jornalística de Lucas Mendes. A conversa foi ao ar no GNT, às 23h de domingo, dia 12 de setembro último. Palavras-chave: Brasil, banda larga, Telebrás, Internet, tributos, investimentos.

A Provisuale é uma associada TELEBRASIL – Associação Brasileira de Telecomunicações.

Laudálio Veiga Fº, com ar de empresário bem-sucedido e sinônimo de eventos de telecomunicações na América Latina, demonstrou, em sua entrevista no Manhattan Connection, ser um otimista, mas com os pés no chão. O País vai indo bem. A nossa economia é sólida e a democracia é estável. Porém, o Brasil se ressente de um planejamento maior para “dar a sua arrancada”, para se situar entre os países desenvolvidos.

Leia mais...

cadastre sua empresa

Associados

Fique Informado!

Cadastre-se para receber nossas novidades.

Recomende aos amigos!

logo-telebrasil 11

  

TELEBRASIL


foto-localizacao-telebrasil 

Razão Social: TELEBRASIL - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES
Tel.: +55 (21) 2244-9494
Fax:+55 (21) 2542-4092
CNPJ/MF: 42.355.537/0001-14
Inscrição Municipal: 01.062.450

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.