Tecnologia RFID: etiquetas eletrônicas e identificação por radiofrequência

tecnologia-rfid-etiquetas-eletronicas-e-identificacao-por-radiofrequenciaO sem fio serve para muitas coisas. A tecnologia de identificação por radiofrequência – RFID – encontra aplicações em logística – automatiza o rastreamento de objetos –, em controle de tráfego de veículos e muitas outras aplicações. O CPqD, em Campinas (SP), tem um Laboratório de Estudos, Aplicações e Testes em RFID equipado com câmara semianecóica de grandes dimensões. Saiba mais sobre o uso de RFID.

Vivemos imersos num campo eletromagnético. Raios X, espectro visível, micro-ondas, ondas rádio, infravermelhos são nomes dados a partes do espectro do mesmo fenômeno. Nossos sentidos, basicamente, percebem apenas parte do espectro. Dispositivos inventados pelo homem permitem, todavia, que ondas eletromagnéticas sejam utilizadas para fins médicos (Raios-X), domésticos e industriais (forno de micro-ondas), telecomunicações (envolve pessoas e máquinas) e uso de proximidade (controles remotos).

Leia mais...

UIT faz apelo solicitando um comprometimento internacional em favor da Banda Larga

"A congestão da rede vai de mal a pior". Com este título de impacto, a UIT – União Internacional de Telecomunicações divulga comunicado em que o secretário-geral da entidade, Hamadoun Touré, declara que "os Governos adotem medidas urgentes, em apoio do crescimento da Banda Larga Móvel". Leia, a seguir, um resumo contendo a essência do comunicado.

Declarações dadas pelo secretário-geral da UIT, Dr. Hamadoun Toure:

· Governos precisam tomar medidas urgentes para apoiar o crescimento da banda larga móvel.

Leia mais...

O rumo e o prumo do CPqD – II

A Fundação CPqD – Centro de Pesquisa e Desenvolvimento – singra, há 35 anos, as águas de margens, nem sempre, plácidas das Tecnologias de Informação e Comunicação. O CPqD, graças à sua persistência e reunindo talentos, constitui um florão brasileiro da inovação no segmento das TICs na América Latina. Confira, aqui, entrevista exclusiva com o presidente da entidade, Hélio Marcos Machado Graciosa, com sua visão objetiva sobre o centro.

A Fundação CPqD – Centro de Pesquisa e Desenvolvimento – é uma Associada TELEBRASIL.

Leia mais...

"60 Minutos do Planeta": TELEBRASIL, SINDITELEBRASIL e FEBRATEL apoiam conscientização sobre o aquecimento global

TELEBRASIL – Associação Brasileira de Telecomunicações, SINDITELEBRASIL – Sindicato das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal – e FEBRATEL – Federação Brasileira de Telecomunicações – sustentam a conscientização sobre o aquecimento global. Sábado, dia 26 de março, das 20h30min. às 21h30min., horário de Brasília, ocorre o ato simbólico e voluntário do apagar das luzes por 60 minutos.

Denominada "Hora do Planeta", a campanha de conscientização sobre o aquecimento global é um ato simbólico, em âmbito mundial. A "Hora do Planeta" foi concebida pelo WWF – World Wildlife Fund (Fundo de Defesa da Vida Selvagem) – e pelo jornal diário australiano Sidney Morning Herald.

Leia mais...

Renato Navarro Guerreiro (*15/01/1949 – † 28/02/2011)

TELEBRASIL, SINDITELEBRASIL e FEBRATEL lamentam, com grande pesar, o falecimento, aos 62 anos, ao alvorecer do dia 28 de fevereiro último, em Brasília, do engenheiro de Telecomunicações Renato Navarro Guerreiro, vítima de pertinaz enfermidade. Um dos participantes da privatização das telecomunicações brasileiras, foi o primeiro presidente da Anatel. O setor lamenta a perda do amigo e companheiro. Guerreiro, uma figura marcante no desenvolvimento das telecomunicações do País, entra para a história.

Renato Guerreiro nasceu em 15 de janeiro de 1949, na localidade de Oriximiná, onde o Rio Trombetas encontra o Amazonas e cujo nome indígena significa "muitas praias". Guerreiro, como era conhecido, nunca esqueceu suas origens paraenses. Nas excelentes palestras que proferiu, ao longo de sua intensa vida profissional, sempre citava sua Oriximiná como exemplo de localidade que, ao lado das grandes capitais do País, significava estar nesse imenso Brasil, "a ser conectado pelas telecomunicações".

Leia mais...

ONU e UIT destacam a importância da Banda Larga – IV

Na virada da ampulheta do milênio, a Organização das Nações Unidas (ONU) focou o interesse do mundo sobre o que julgava nele estar errado e que ações poderiam ser feitas por conta disso. Dentre as metas: erradicar a extrema pobreza, a fome, as doenças; e promover o desenvolvimento, em cooperação com o setor privado. Uma retrospectiva atual. Veja, neste quarto e último segmento, o WSIS Forum 2010 e a Comissão Mundial para Banda Larga (CBML).

Continuamos, aqui, com a retrospectiva dos WSIS – World Summit on the Infomation Society Forum –, iniciada no segmento anterior.

WSIS Forum 2009 foi organizado pela ITU, Unesco, UNCTAD e UNDP, na sede da primeira, em Genebra (Suíça), de 18 a 22 de maio. Ao contrário dos fóruns anteriores, passou a ter o formato de um evento integrado.

Leia mais...

ONU e UIT destacam a importância da Banda Larga – III

Na virada da ampulheta do milênio, a Organização das Nações Unidas (ONU) focou o interesse do mundo sobre o que julgava nele estar errado e que ações poderiam ser feitas por conta disso. Dentre as metas: erradicar a extrema pobreza, a fome, as doenças; e promover o desenvolvimento, em cooperação com o setor privado. Uma retrospectiva atual. Veja, nesta terceira parte, o caminhar inexorável para a Sociedade da Informação.

A implementação da WSIS – World Summit on the Infomation Society – envolve uma séria de iniciativas postas em andamento. Iremos penetrar num mundo repleto de siglas dos organismos internacionais. A lição a tirar é que a Sociedade da Informação, o fosso digital, as TICs – Tecnologias da Comunicação e Informação –, a Internet, a banda larga, o e-qualquer coisa (“e” de eletrônico) passaram a fazer parte do vocabulário mundial. Há compromissos que os países assumiram sobre esses temas.

Leia mais...

ONU e UIT destacam a importância da Banda Larga - II

Na virada da ampulheta do milênio, a Organização das Nações Unidas (ONU) focou o interesse do mundo sobre o que julgava nele estar errado e que ações poderiam ser feitas por conta disso. Dentre as metas: erradicar a extrema pobreza, a fome, as doenças; e promover o desenvolvimento, em cooperação com o setor privado. Uma retrospectiva atual. Veja, nesta segunda parte, o interesse continuado pela Sociedade da Informação.

A Cimeira da Sociedade da Informação (WSIS), acontecida em Túnis de 16 a 18 de novembro de 2005, representou a segunda fase do projeto mundial da Sociedade da Informação, cuja primeira fase foi a WSIS 2003, em Genebra (Suíça). Tanto pela grande participação mundial quanto pelas decisões tomadas, o WSIS – World Summit on the Information Society, Tunis 2005 – foi um megaevento. Presentes mais de 19 mil pessoas de 174 países. Foram 308 encontros paralelos de 264 organizações e 33 conferências de imprensa com mais de 1.200 jornalistas.

Leia mais...

ONU e UIT destacam a importância da banda larga – I

Na virada da ampulheta do milênio, a Organização das Nações Unidas (ONU) focou o interesse do mundo sobre o que julgava nele estar errado e que ações poderiam ser feitas por conta disso. Dentre as metas: erradicar a extrema pobreza, a fome, as doenças; e promover o desenvolvimento, em cooperação com o setor privado. Uma retrospectiva atual. Veja, nesta primeira parte, como ONU e UIT se encaixam nos desígnios desse grande mutirão.

Em 8 de setembro de 2000, 147 chefes de estado e de governos de 191 países e 23 organizações internacionais, reunidos na sede da ONU, em Nova York (EUA), para o Summit (Cimeira) da virada do século, emitiram a "Declaração da ONU para o Milênio". Vale registrar o que a "Mensagem do Milênio" deixou para os pósteros:

"Consideramos que determinados valores fundamentais são essenciais para as relações internacionais no século XXI. Entre eles figuram: a liberdade, a igualdade, a solidariedade, a tolerância, o respeito pela natureza e a responsabilidade comum. Identificamos um conjunto de objetivos-chave aos quais atribuímos especial importância como a paz, segurança e desarmamento; o desenvolvimento e a erradicação da pobreza; a proteção do nosso ambiente comum; os direitos humanos; a democracia; e a boa governação."

Leia mais...

TELEBRASIL registra: O peso da carga tributária

A edição do último sábado, 5 de fevereiro, do Jornal “O Globo” traz artigo da conselheira da Anatel, Emília Ribeiro, sobre a importância do setor de telecomunicações para a sociedade e a economia do País. No texto, a conselheira reflete sobre peso da carga tributária nas atividades telecomunicações, e considera, por exemplo, que “a coordenação de esforços pelo governo federal, junto aos governos estaduais, no sentido de promover a redução gradual dos patamares das alíquotas de ICMS pode representar outra forma de estimular o acesso aos serviços de telecomunicações”. Leia, a seguir, a íntegra do artigo.

Leia mais...

cadastre sua empresa

Convênios e Parcerias

convenios-firmados-telebrasil

Fique Informado!

Cadastre-se para receber nossas novidades.

Recomende aos amigos!

logo-telebrasil 11

  

TELEBRASIL


foto-localizacao-telebrasil 

Razão Social: TELEBRASIL - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES
Tel.: +55 (21) 2244-9494
Fax:+55 (21) 2542-4092
CNPJ/MF: 42.355.537/0001-14
Inscrição Municipal: 01.062.450

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.