TELEBRASIL divulga e ressalta: "Brasil ultrapassa 240 milhões de clientes dos serviços de telecomunicações"

"Balanço do primeiro trimestre de 2010 revela crescimento de 13,1% sobre o mesmo período de 2009, em número de assinantes". A TELEBRASIL – Associação Brasileira de Telecomunicações divulga e ressalta o Balanço do Primeiro Trimestre de 2010 do setor de telecomunicações. Veja, aqui, o release e acesse os dados completos.

Brasília, 5 - Os serviços de telecomunicações, incluindo telefonia fixa, celular, banda larga e TV por assinatura, alcançaram 240,2 milhões de clientes em todo o País, no primeiro trimestre de 2010. Os dados fazem parte do documento “O Desempenho do Setor de Telecomunicações no Brasil – Séries Temporais” elaborado pela Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil) em parceria com a consultoria Teleco, e disponível no www.telebrasil.org.br.

A radiografia do setor mostra que o crescimento do número de assinantes foi de 13,1% em relação ao fim do primeiro trimestre do ano passado. O maior destaque em números absolutos ficou por conta da telefonia móvel, que alcançou 179,1 milhões de clientes, uma elevação de 16,6% frente a março de 2009. O levantamento revela ainda que a densidade dos serviços chegou a 93%, o quer dizer que 93 em cada 100 pessoas têm celular no Brasil.

O maior crescimento percentual - de 20,8% - foi verificado no setor de TV por assinatura, que chegou a 7,6 milhões de assinantes. A telefonia fixa, por sua vez, fechou o primeiro trimestre com 41,4 milhões de clientes e a banda larga fixa com 11,8 milhões de assinantes. Considerando também a banda larga móvel, entre aparelhos de terceira geração (3G) e modems de conexão à internet, o número de acessos ultrapassou os 23 milhões.

Os números mostram que, no fim do primeiro trimestre, 37,6 mil localidades dispunham de serviço individual de telefonia fixa. A telefonia celular, por sua vez, chegava a 86,7% dos municípios e os serviços de TV por assinatura nas modalidades de TV a Cabo e micro-ondas terrestres (MMDS) estavam presentes em 8,4% dos municípios brasileiros.

Valor dos Serviços Prestados

O desempenho do setor também pode ser verificado no crescimento da receita operacional bruta, que foi de R$ 45,6 bilhões nos três primeiros meses do ano. Esse número representa uma elevação de 4,8% em relação aos R$ 43,5 bilhões produzidos no mesmo período do ano passado. Durante todo o ano de 2009, a receita operacional bruta do setor foi de R$ 179,9 bilhões, equivalentes a 5,7% do Produto Interno Bruto (PIB).

A arrecadação de tributos também superou neste primeiro trimestre os números do mesmo período do ano passado. De janeiro a março de 2010, as prestadoras de serviços de telefonia fixa e móvel arrecadaram R$ 10,5 bilhões em tributos, contra R$ 9,9 bilhões do primeiro trimestre de 2009.

Nos três primeiros meses do ano foi arrecadado o equivalente a 43% da receita operacional líquida do período, de R$ 24,4 bilhões. Os dados vêm confirmar que o cidadão, usuário dos serviços de telecomunicações no Brasil, paga a maior carga tributária do mundo. Só de ICMS foram R$ 7,2 bilhões arrecadados, o que representou um crescimento de 5,3% em relação aos R$ 6,8 bilhões recolhidos no mesmo período do ano passado. A arrecadação deste tributo sobre os serviços de telecomunicações representou 11,6% de todo o ICMS arrecadado no primeiro trimestre pelos governos estaduais.

Investimentos

De janeiro a março deste ano as prestadoras investiram um total de R$ 2,4 bilhões na expansão, modernização e melhoria da qualidade dos serviços. De 1998 a 2009, os investimentos totais do setor foram de R$ 177 bilhões, sem contar os R$ 37,6 bilhões aplicados na aquisição de outorgas para a prestação dos serviços, de 1997 a 2008.

No fim do primeiro trimestre, 2.150 empresas detinham outorgas para a prestação dos serviços de telefonia fixa, celular, TV por assinatura e Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) para acesso à internet. O valor de mercado das prestadoras com ações negociadas na Bovespa era de R$ 111,1 bilhões no fim do primeiro trimestre. O setor também apresentou evolução em número de postos de trabalho, passando de 390 mil pessoas em março de 2009 para 400,9 mil pessoas em março deste ano.

A Telebrasil - A Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil) é uma entidade civil de caráter privado, sem fins lucrativos, constituída em 1974 com o objetivo de congregar o as empresas brasileiras de telecomunicações. Defende os interesses do setor e seu desenvolvimento, representando os diversos segmentos que o compõem.

Para isso a entidade promove iniciativas que permitam o aperfeiçoamento e divulgação do setor, inclusive painéis, congressos, simpósios, seminários, conferências e debates, estimulando a cooperação e o aperfeiçoamento do pessoal especializado, o desenvolvimento de tecnologia nacional e a capacidade gerencial necessária à sua melhor condução.

Acesse, aqui, o press-release original.

Acesse, aqui, o documento “O Desempenho do Setor de Telecomunicações no Brasil – Séries Temporais”.

cadastre sua empresa

Associados

Fique Informado!

Cadastre-se para receber nossas novidades.

Recomende aos amigos!

logo-telebrasil 11

  

TELEBRASIL


foto-localizacao-telebrasil 

Razão Social: TELEBRASIL - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES
Tel.: +55 (21) 2244-9494
Fax:+55 (21) 2542-4092
CNPJ/MF: 42.355.537/0001-14
Inscrição Municipal: 01.062.450

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.