"60 Minutos do Planeta": TELEBRASIL, SINDITELEBRASIL e FEBRATEL apoiam conscientização sobre o aquecimento global

TELEBRASIL – Associação Brasileira de Telecomunicações, SINDITELEBRASIL – Sindicato das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal – e FEBRATEL – Federação Brasileira de Telecomunicações – sustentam a conscientização sobre o aquecimento global. Sábado, dia 26 de março, das 20h30min. às 21h30min., horário de Brasília, ocorre o ato simbólico e voluntário do apagar das luzes por 60 minutos.

Denominada "Hora do Planeta", a campanha de conscientização sobre o aquecimento global é um ato simbólico, em âmbito mundial. A "Hora do Planeta" foi concebida pelo WWF – World Wildlife Fund (Fundo de Defesa da Vida Selvagem) – e pelo jornal diário australiano Sidney Morning Herald.

O primeiro "apagão" voluntário desse tipo aconteceu em 31 de março de 2007, das 19h30min. às 20h30min. Na ocasião, dois milhões de habitantes de Sydney, na Austrália, apagaram, ao mesmo tempo e mantiveram apagadas por uma hora, "todas" as luzes não essenciais da cidade. Foi uma maneira de relembrar a relação entre o gasto de energia e o aquecimento global do planeta.

É usual que, por ocasião de alguma razão significativa, pessoas, agrupamentos e assembleias são chamados a guardarem, juntos, "um minuto de silêncio". O apagar simultâneo de luzes, da "Hora do Planeta", procura o mesmo impacto simbólico.

O planeta Terra, com o fenômeno da globalização que a tecnologia permite, nos parecerá cada vez menor. A sonda Voyager 1, distante 6.4 bilhões de quilômetros da Terra, retornou imagens, em 1971, vistas pelos seus sensores. A nossa casa planetária – a única que, por ora, temos – surgiu como um "pálido ponto azul" na incomensurável escuridão do espaço. O aquecimento global é o grande vilão do século.

Em 2008, o desligamento voluntário de luzes, iniciado no ano anterior, ganhou momentum. Foram 50 milhões de pessoas de 400 cidades, 19 mil empresas e em 35 países participando. Grandes ícones mundiais, que sempre estiveram iluminados, como o Coliseu de Roma, a ponte Golden Gate, em São Francisco, e a Opera House, em Sydney, tiveram suas luzes apagadas por 60 minutos. No Brasil, 29 cidades participaram, de Arapiraca (AL) a Brasília (DF), de Gurupi (TO) a São Paulo (SP).

Em 2009, quase 4 mil cidades, em 88 países, se inscreveram no movimento "Hora do Planeta". O prédio das Nações Unidas, em Nova York, apagou simbolicamente suas luzes. No Rio de Janeiro, o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar também ficaram no escuro. Empresas multinacionais e grandes grupos nacionais participaram do movimento. O ano de 2010 foi considerado de grande sucesso da campanha, com 126 países participando. Fala-se em 90 milhões de norte-americanos contribuindo para a "Earth Hour".

Agora, para 2011, o ato simbólico será promovido no mundo todo pela WWF. Governos, empresas e população vão demonstrar sua preocupação com o aquecimento global apagando suas luzes durante 60 minutos. Em reunião para discussão da questão nuclear, na quarta-feira, 23 de março último, na Câmara dos Deputados, o presidente da Frente Parlamentar Ambientalista, deputado federal Sarney Filho (PV-MA), assinou termo de adesão da entidade ao Movimento Hora do Planeta, organizado no País pela WWF-Brasil.

Vale lembrar que as TICs – tecnologia da informação e comunicação –, que contribuem para poupar energia, continuarão funcionando e atendendo à sociedade durante a "Hora do Planeta". O tema aquecimento global é importante. A TELEBRASIL, SINDITELEBRASIL e FEBRATEL conclamam seus associados e filiados a aderirem aos "60 Minutos" de reflexão especial sobre o aquecimento do planeta: Sábado, dia 26 de março, das 20h30min. às 21h30min.

Acesse, aqui, Hora do Planeta

cadastre sua empresa

Associados

Fique Informado!

Cadastre-se para receber nossas novidades.

Recomende aos amigos!

logo-telebrasil 11

  

TELEBRASIL


foto-localizacao-telebrasil 

Razão Social: TELEBRASIL - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES
Tel.: +55 (21) 2244-9494
Fax:+55 (21) 2542-4092
CNPJ/MF: 42.355.537/0001-14
Inscrição Municipal: 01.062.450

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.