Painel TELEBRASIL 2006: venha conferir a nova saúde pública do Chile

Pela manhã de sexta-feira, dia 2 de junho, às 9h15, no Club Med, Village Rio das Pedras, Angra dos Reis (RJ), ocorre o Painel “Soluções com TeleComunicações para a Saúde”, que terá como destaque Pedro García Aspillaga, ex-ministro da Saúde do Chile. A convite da Cisco, uma associada da TELEBRASIL, ele trará a experiência da saúde pública de seu País que poderá ser comparada com a do Brasil.

Dentre os valores trazidos pelo mundo convergente da TIC (tecnologia da informação e da comunicação) está o da transformação social. Nesse novo mundo, destaca-se, dentre outros, o campo da saúde pública, um tema de âmbito universal. Experiências nessa área, como a do Chile, precisam ser divulgadas – com faz o 50º Painel TELEBRASIL –, para demonstrar a força da idéia da inclusão digital e aperfeiçoar modelos.

Quem é

O palestrante Pedro García estudou no Colegio Alianza Francesa de Santiago e na Norwalk High School. Ganhou o título de médico-cirurgião pela Universidade do Chile e tirou o MBA pelo Loyola College, em Baltimore (EUA). Desde 1986, trabalha como obstetra no Hospital Salvador, naquele país. Em 2000, passou a diretor do Serviço de Saúde Metropolitano e depois diretor do ISP – Instituto de Saúde Pública. Em 2003, passou a ministro da Saúde, dirigindo a implementação do plano AUGE, que cobre 40 enfermidades às expensas do Estado.

O Plano AUGE de Saúde Pública posto em ação no Chile se traduz por Acesso Universal para prestação integral e Garantias Explícitas. Estas constituem em direitos exigíveis pelas pessoas. Em 2002, se explicitaram tais garantias para apenas três enfermidades, mas a todo ano se incorporam novos itens. A partir de julho de 2005, “todos chilenos, sem discriminação de classe social, sexo ou idade, podem aceder a uma atenção maior na área da saúde”, reza a propaganda governamental do Chile.

Lá, coexistem na área da saúde um sistema gerido pelo setor público e outros executados por prestadores públicos e privados. Esta meta, segundo matéria veiculada no Correio Braziliense, no início de 2005, está em via de ser atingida por meio da adoção do Plano AUGE, que se propõe a dar garantias efetivas de atendimentos em ambos os subsegmentos.

Para o palestrante, a reforma da saúde pública reapresenta uma mudança cultural profunda. Por exemplo, nos hospitais – onde ocorrem 70% dos gastos em saúde – é preciso implantar e manter planos de excelência em gestão. Tais planos são bem aceitos pelos profissionais médicos, que passam a se envolver tanto no processo clínico quanto no administrativo. “Não existe receita mágica e sim ferramentas de gestão que servem para abrir mentes”, proclama Pedro García.

O Chile – com dez vezes menos habitantes que o Brasil – foi descoberto em 1520 por Fernão de Magalhães, ao circunavegar o mundo. Tem 85% da população em regiões urbanas. Sua taxa de mortalidade é inferior à brasileira e o índice de desenvolvimento humano (IDH) é considerado elevado. Segundo estatísticas oficiais, porém, o Brasil possui três vezes mais médicos e dez vezes mais dentistas por dez mil habitantes que o Chile. O índice de Gini, que mede as desigualdades, é parecido com o do Brasil.

Para Maria Elina Labra, do Departamento de Administração e Planejamento em Saúde, da Fundação Oswaldo Cruz, que analisou as experiências brasileiras e chilenas nas áreas da saúde, a tese central é que o desenvolvimento político é a dimensão relevante na explicação dos processos de decisão relativos às políticas de saúde e à diferente configuração de cada sistema. A grande questão política é quem governa e como os interesses são reapresentados. No Brasil, a reforma sanitária dos anos 80 procurou reforçar os serviços públicos.

Além do ex-ministro da Saúde chileno, outros estrangeiros também já confirmaram presença no 50º Painel TELEBRASIL: Andrew Elder, vice-presidente Marketing Sciences da Illuminas; “Jeppe” Jepsen, diretor e vice-chairman da Tetra (MoU) Association; e David F. Jones, presidente da National Emergency Number Association (Nena).

cadastre sua empresa

Associados

Fique Informado!

Cadastre-se para receber nossas novidades.

Recomende aos amigos!

logo-telebrasil 11

  

TELEBRASIL


foto-localizacao-telebrasil 

Razão Social: TELEBRASIL - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES
Tel.: +55 (21) 2244-9494
Fax:+55 (21) 2542-4092
CNPJ/MF: 42.355.537/0001-14
Inscrição Municipal: 01.062.450

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.